Ver Angola

Transportes

Ministro dos Transportes reitera empenho do Executivo na melhoria do sector da aviação

O ministro dos transportes, Ricardo Viegas d’Abreu, disse que o Governo está empenhado em melhorar o sector da aviação, apontando os benefícios para a economia que resultam de um sector africano da aviação forte e vibrante.

:

Ricardo d'Abreu falava durante a abertura da 53.ª edição da Assembleia Geral da AFRAA, que decorreu esta Quarta-feira, via online.

Durante o seu discurso, o ministro reconheceu o impacto negativo da pandemia sobre o sector da aviação, tendo, porém, anunciado a retoma gradual do mesmo, obedecendo às normas e medidas excepcionais impostas pelas autoridades para prevenção e combate à pandemia da covid-19.

Apesar dos desafios provocados pela pandemia, o ministro acredita que a pronta reacção para manter parcialmente as operações dos transportes aéreos permitiu a sobrevivência das empresas do sector.

Em comunicado remetido ao VerAngola, refere que a assumpção das medidas e dos protocolos de biossegurança, a introdução de soluções digitais de comercialização de bilhetes, actualizações regulares das medidas complementares de testagem e o rápido processo de imunização por via das vacinas, recomendados pela Organização Mundial de Saúde e pela ICAO, e adoptadas pelas autoridades nacionais, ajudaram a manter as companhias aéreas no limite da sua viabilidade comercial.

O governante reafirmou a esperança nas companhias aéreas, de forma a emergirem da pandemia mais fortes, mais bem organizadas e determinadas para atingir o êxito a longo prazo.

Para o governante, a segurança da aviação continua a ser prioridade: "Para esse fim temos colaborado com os órgãos competentes internacionais programas de assistência técnica, que visam melhorar o cumprimento das normas de supervisão e monitorização de segurança da aviação".

"Estamos a renovar e melhorar a capacidade operacional e os padrões operacionais da nossa rede aeroportuária principal, preparando o seu contributo para aumentar a conectividade e acessibilidades de forma mais segura e sustentável neste regresso ao novo normal", garantiu o ministro dos Transportes, relembrando ainda a retoma da construção do Novo Aeroporto Internacional de Luanda.