Ver Angola

Energia

Nova instalação de combustíveis em Saurimo para melhorar abastecimento no leste do país

O presidente da Sonangol, Gaspar Martins, disse esta Sexta-feira que a instalação de combustíveis inaugurada em Saurimo vai contribuir para resolver dificuldades no abastecimento das províncias do leste de Angola.

:

"Este projecto visa melhorar a distribuição na zona leste de Angola, aumentando a capacidade de armazenamento em 900 metros cúbicos", disse à Lusa o responsável da Sonangol, em Saurimo (capital da província de Lunda Sul).

"Combinado com a capacidade de armazenamento que já temos no Luena [capital do Moxico] e com a que teremos também na Lunda Norte, teremos aqui um polo que irá facilitar a distribuição de combustíveis nesta região, que tem necessidade de maior consumo uma vez que a indústria está em fase de crescimento", frisou Gaspar Martins.

Na cidade de Saurimo, capital da Lunda Sul, principal região diamantífera de Angola, onde chegou ao fim a 1.ª conferência internacional de diamantes, são frequentes as longas filas para abastecer junto às bombas de combustível.

"Este projecto visa precisamente eliminar esses pequenos 'gargalos' que existem e temos a certeza que a região leste vai ter a possibilidade de viver momentos de abastecimento muito mais fáceis", acrescentou o presidente da Sonangol, negando que haja problemas de distribuição por parte da petrolífera estatal.

Gaspar Martins salientou que a capacidade de armazenamento é agora "bastante considerável", mas apontou dificuldades nos transportes.

"Temos as questões de acesso ao local. Esta província tem um acesso difícil, a partir de Malanje há alguma dificuldade. Felizmente com caminho de ferro de Benguela, as facilidades de armazenamento e transporte melhoraram, com o sistema rodoviário vamos então eliminar esses 'gargalos'", referiu.

A instalação de combustíveis líquidos inaugurada esta Sexta-feira tem uma capacidade de armazenagem total de 900 metros cúbicos, sendo 600 para gasóleo (GO) e 300 para Gasolina (GA). Para além da capacidade de 100 metros cúbicos para água de serviços de incêndios, a instalação contou com a construção dos tanques, ilhas de enchimentos, fornecimento de dois grupos geradores de 250 KVA e diversos trabalhos associados ao bom funcionamento da mesma.