Ver Angola

Energia

Alemanha quer produzir energia através de hidrogénio em Angola

A República Federal da Alemanha vai abrir um gabinete de energia dedicado ao hidrogénio em Angola, no âmbito da cooperação existente entre os dois países no sector. Em cima da mesa está ainda a produção de energias renováveis, como a solar e a eólica.

:

A informação foi avançada pelo novo embaixador residente da Alemanha, Stefan Traumann, após entrega das suas cartas credenciais ao Presidente da Republica, na manhã desta Quinta-feira, no Palácio Presidencial.

O embaixador revelou estar bastante optimista com a cooperação entre os dois países no sector da energia. "Um assunto muito especial é a parceria na área da de energias renováveis: a solar e a eólica. Mas também o novo projecto de energia de hidrogénio, uma vez que planeamos abrir um gabinete de hidrogénio aqui em Angola para cooperar nessa área com o governo angolano. Estou muito optimista que poderemos fazer muitas coisas nessa área", disse, citado em comunicado do Governo.

Stefan Traumann garantiu que apesar do seu país estar numa altura de mudança de governo, a cooperação com Angola vai manter-se igual no seu mandato. "Primeiramente, gostaria de dizer que temos uma parceria ampla entre os nossos países, e será a mesma coisa. Vai continuar a ser desenvolvida pelo novo Governo, pois temos muitos projectos em comum e um grande potencial para desenvolver a cooperação em diferentes áreas", referiu.

O diplomata destacou a cooperação económica com o Governo, particularmente na área de infra-estruturas, para a construção e reabilitação de estradas, construção de hospitais, da barragem de Caculo-Cabaça e também do metro de superfície, entre outros projectos em carteira.

O novo embaixador alemão referiu também que o seu Governo continua a apoiar os esforços do Governo angolano para a estabilização da paz na região dos Grande Lagos.

Stefan Traumann, o novo embaixador da República Federal da Alemanha, é doutorado em Filosofia, foi vice-cônsul do seu país em Miami, Estados Unidos da América, e cônsul-geral em Porto Alegre, no Brasil, e em Lagos, na Nigéria.