Ver Angola

Sociedade

Missa fúnebre em memória de Sindika Dokolo realiza-se dia 17 em Luanda, Kinshasa e Londres

A missa fúnebre em memória do empresário congolês Sindika Dokolo, que morreu na semana passada, realiza-se a 17 de Novembro, às 09h00, em simultâneo em Luanda, Kinshasa e Londres, anunciou Isabel dos Santos nas redes sociais.

: Bruno Bebert
Bruno Bebert  

A filha do ex-presidente José Eduardo dos Santos, casada com Sindika Dokolo, indicou que antes das cerimónias fúnebres, terá lugar na Quinta-feira uma oração em memória do empresário.

"A cerimónia em homenagem à sua vida será no dia 5 de Novembro de 2020, às 16h00 no Jumeirah, Dubai", onde a família reside actualmente e onde o empresário perdeu a vida na passada Quinta-feira, num acidente de mergulho, escreveu Isabel dos Santos.

A missa fúnebre terá lugar no dia 17 de Novembro na catedral de Westminster, em Londres (às 10h30) e às 09h00 no Museu Nacional do Congo, em Kinshasa (República Democrática do Congo) e em Luanda, divulgou a empresária, em português, inglês e francês.

Não foi indicado o local da cerimónia na capital angolana.

Isabel dos Santos agradeceu ainda, em nome da família, "pelo apoio" que lhes tem sido dado, "crucial" para ajudar a suportar a dor. "Tem sido muito difícil aceitar esta perda inesperada e as vossas palavras enchem o nosso coração", reconheceu a empresária.

Sindika Dokolo, empresário e coleccionador de arte, era casado desde 2002 com Isabel dos Santos, de quem teve quatro filhos.

Morreu quando praticava uma forma de mergulho, localmente conhecida como 'al-hivari', que não utiliza equipamento de respiração e assenta na utilização exclusiva do ar existente nos pulmões.

A polícia do Dubai declarou entretanto que não suspeita de qualquer "acto criminoso" na morte do empresário.

Relacionado