Ver Angola

Política

Ministério das Finanças troca biblioteca polémica por “acomodação do património”

O Ministério das Finanças (Minfin) substituiu o projecto de construção da biblioteca da Presidência da República, inscrito no Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2021, pela “construção de infra-estruturas para acomodação do património” que contempla a mesma verba.

:

A versão inicial do documento, disponibilizada na página do Minfin, inscrevia nas despesas da Presidência da República o projecto de estudo e "construção da galeria e biblioteca", merecendo destaque no semanário Valor Económico que, na Segunda-feira, noticiava que a obra tinha sofrido um aumento de 164 por cento face ao valor que constava no OGE revisto para 2020.

Na altura, o projecto tinha custos estimados em 1,2 mil milhões de kwanzas, mas acabou por ser retirado devido à polémica provocada, surgindo mais tarde na versão preliminar do OGE para 2021 com um valor de 3,2 mil milhões de kwanzas.

Na Terça-feira, o documento esteve indisponível no 'site' do Minfin com a mensagem "página em construção".

Na versão preliminar do OGE 2021 que agora consta na página do ministério na Internet, na rubrica "Construção e reabilitação de edifícios públicos e equipamentos sociais", a referência à biblioteca é substituída pela de "estudo e construção de infra-estruturas para acomodação do património", cuja despesa é exatamente igual: 3.163.045.115 kwanzas.

A Lusa procurou obter esclarecimentos sobre este equipamento junto do Minfin, o que não foi possível até ao momento.

Relacionado