Ver Angola

Matérias Primas

Mina na Huíla marca regresso de Angola à lista de produtores de ouro

A instalação da mina de ouro de Chipindo, na Huíla, vai permitir ao país voltar a produzir ouro. A expectativa é que a mina consiga produzir, em média, 4,5 quilos de concentrado de ouro por mês.

:

Em comunicado, citado pela Angop, o sector mineiro explica que depois de feita a refinação inicial, a produção pode chegar aos cerca de quatro quilos de ouro (dore bars).

A Lafech Mining, juntamente com a Ferrangol, é a primeira empresa de direito angolano a extrair e a recuperar ouro. A nota adianta ainda que, 45 anos depois de se ter tornado independente, o país inscreveu-se na lista de produtores de ouro.

A Deimang SA foi contratada para trabalhar como operadora. O acordo prevê a partilha de produção com a Lafech Mining.

A unidade, está em funcionamento há cerca de dois anos, conta actualmente, com a colaboração de 55 trabalhadores das províncias da Huíla, Huambo, Benguela e Luanda.

Recorde-se que no ano passado, o administrador da Ferrangol, Kayaya Cahala, revelou que o país previa arrancar com quatro projectos de exploração de ouro. Na altura, o responsável adiantou que o projecto do Chipindo era o mais importante e era o que se encontrava na fase mais avançada.

A mina de Chipindo tem uma área de 664,30 quilómetros quadrados.

Relacionado