Ver Angola

Energia

Grupo português MCA investe mais de 600 milhões em sete centrais solares

O grupo empresarial português MCA anunciou esta Quinta-feira que vai instalar um milhão de painéis solares em Angola e construir sete centrais solares fotovoltaicas nos próximos dois anos e meio, num investimento de 523 milhões de euros (cerca de 617 milhões de dólares).

: LUSA
LUSA  

"Ao abrigo do MCA Solar Angola, nos próximos dois anos e meio vão ser construídas sete centrais solares fotovoltaicas e instalados um milhão de painéis solares, num total de 370 megawatts (MWp)", lê-se num comunicado enviado à Lusa.

A nota salienta que o investimento dará "energia suficiente para servir 2,4 milhões de pessoas, num território com carências no abastecimento e no acesso à rede pública, sobretudo em meios rurais".

O grupo MCA lidera um consórcio com empresas da Suécia, Holanda, Estados Unidos da América ou Coreia do Sul, tendo desenvolvido "todo o projecto MCA Solar Angola, desde a componente tecnológica à financeira, passando pela certificação, de acordo com padrões internacionais de impacto ambiental e social", segundo o comunicado.

A instalação dos novos equipamentos vai evitar a emissão de 935.953 toneladas de CO2 por ano, e a empresa afirma que o projecto "é o maior programa integrado, público, de intervenção em energias renováveis na África subsaariana".

De acordo com a empresa, o grupo MCA está presente em mais de 10 países com 17 sectores de actividade, tendo mais de 2000 colaboradores.

Relacionado