Talatona Shopping: o novo espaço comercial da capital inaugura já em Dezembro

Novo empreendimento localizado no coração de Talatona, promete variedade, marcas inéditas em Angola, área de entretenimento com mais de 2000 metros quadrados, galeria de arte, supermercado gourmet e praça de alimentação também com uma área ao ar livre.
:
  

É já em Dezembro que o país contará com um novo empreendimento comercial de 40 000 metros quadrados de área total.

Situado no coração da região que mais se desenvolve em Luanda e onde estão os principais empreendimentos comerciais, residenciais e empresarias da capital, o Talatona Shopping diferencia-se no mercado por diversos motivos, tais como: presença de marcas internacionais inéditas em Angola, mix de elevado padrão, supermercado gourmet, galeria de arte, zona recreativa com diversos jogos e passatempos, praça de alimentação com zona coberta e esplanada, entre outros.

Em relação à sua infra-estrutura, o Talatona Shopping conta com quatro pisos, que estão ligados por escadas rolantes e elevadores padrões e panorâmicos. O projecto moderno e inovador, como refere um comunicado remeti ao VernAngola, contempla uma fachada em vidro e um pé direito alto que projectam iluminação natural no estabelecimento. Além disso, excelência define o empreendimento que apostou em materiais de alta qualidade, tendo sido construído de acordo com os padrões de desenvolvimento estabelecidos para shoppings centers.

Entre satélites e âncoras, o Talatona Shopping contará com 75 lojas, procurando reunir o melhor da moda, gastronomia, cultura e

lazer. O parque de estacionamento, composto por 750 vagas, terá duas opções: exterior e coberta.

“A abertura do Talatona Shopping não será apenas um acontecimento importante para os clientes, mas principalmente para o país, que contará com um empreendimento que gera mais de 1100 postos de trabalho directos e indirectos, apostando no desenvolvimento socioeconómico de Angola”, refere Alexandre Saleme, director-geral do empreendimento. “O Talatona Shopping já conta com 90 por cento de ABL (Área Bruta Locável) comercializada, ou seja, esse dado reflecte a confiança e aposta de diferentes investidores e lojistas no projecto”, acrescenta o responsável.

Mais Lidas