Funcionários de ministérios extintos ou fundidos podem ser reformados

O Governo aprovou Quarta-feira um memorando enquadrando as carreiras e a passagem à reforma dos funcionários dos departamentos ministeriais que foram objectos de fusão, cisão ou extinção na formação do novo executivo, após as eleições de Agosto.
:
  

A informação consta do comunicado final da reunião da comissão económica do conselho de ministros, que decorreu Quarta-feira em Cabinda.

O documento não especifica quantos funcionários são afectados pelas alterações funcionais nos departamentos ministeriais, referindo apenas que o memorando aprovado "visa atenuar os efeitos económicos e sociais que a implementação das novas orgânicas provocaria à vida dos funcionários públicos que exerciam cargos de direcção e chefia".

Além disso, vai permitir "enquadrar em novas categorias ou carreiras estes funcionários, com compensação, sem formalidades, tais como concurso público, avaliação de desempenho, vagas".

O objectivo é assegurar "o bem-estar e a motivação em relação às categorias ou carreiras em que forem inseridos estes funcionários ou na sua passagem à reforma", estabelece ainda.

Mais Lidas