Emirates com crescimento consolidado no primeiro semestre

A Emirates anunciou os resultados do primeiro semestre do ano fiscal de 2015-16 do grupo, mostrando um crescimento consolidado dos seus negócios e um forte desempenho operacional.
:
  

A receita do Grupo Emirates atingiu 12,6 mil milhões de dólares durante os primeiros seis meses do seu exercício financeiro de 2015-16, uma redução de 2,3 por cento face aos 12,9 mil milhões registados no mesmo período do ano passado e apesar do impacto da força do forte norte-americano contra as principais moedas.

O grupo registou mesmo um dos melhores desempenhos de sempre, no que toca a lucros semestrais, com o lucro líquido a subir para mil milhões de dólares, um aumento de 65 por cento sobre os resultados do ano passado. A posição de caixa do Grupo em 30 de Setembro de 2015 estava em 4 mil milhões de dólares por comparação a 5,5 mil milhões em 31 de Março de 2015. Isto é devido a investimentos em curso, principalmente em novas aeronaves, infra-estruturas aéreas e aquisições de negócios.

Sua Alteza, o Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, presidente e director executivo da Emirates Airline e do Grupo, salientou o facto de os números terem sido “duramente atingidos pela força do dólar norteamericano face a outras moedas importantes. A situação do câmbio monetário, combinado com conflitos regionais em curso e o fraco cenário económico em muitas partes do mundo, foram factores que, combinados entre si, amorteceram o impacto positivo da baixa do preço dos combustíveis durante a primeira metade do nosso exercício de 2015-16. No entanto, a Emirates tinha já antes tomado a decisão calculada de não cobrir as suas compras de combustível e esse facto foi recompensado quando os preços dos combustíveis entraram em queda. A Emirates também tomou a decisão fazer reflectir os ganhos devidos à baixa dos preços de combustível na factura dos seus clientes através do corte de taxas de combustível pagas pelos passageiros e da redução de tarifas em toda a rede”.

O responsável pelo Grupo Emirates acrescentou ainda que “o Grupo está a apresentar um dos seus mais rentáveis desempenhos semestrais de sempre. Nos seis primeiros meses deste ano financeiro, a Emirates e a dnata cresceram em termos de capacidade e alcance global - organicamente e por meio de aquisições estratégicas operadas essencialmente pela dnata. No futuro, iremos continuar a apostar nos nossos pontos fortes, investindo em novas formas de melhorar a eficiência e produzir os melhores resultados para os clientes. Ao mesmo tempo, vamos estar atentos às oportunidades estratégicas de crescimento, mantendo a agilidade para que possamos responder de forma eficaz aos desafios externos”.

Nos últimos seis meses, o Grupo continuou a desenvolver e expandir a sua base de funcionários, aumentando o número para 87.000 colaboradores, mais 4 por cento em relação a 31 Março de 2015.

Mais Lidas