Ver Angola

Transportes

Empresas de sete países mostram interesse na gestão, exploração e manutenção do CFB

Jorge Bengue, secretário de Estado para os Transportes Terrestres, revelou que empresas de sete países demonstraram interesse na gestão, exploração e manutenção do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), denominado Corredor do Lobito.

:

O responsável, citado pelo Jornal de Angola, adiantou que se tratam de empresas de Portugal, Japão, Inglaterra, Congo Democrático, China, Alemanha e África do Sul. O interesse surge no âmbito do concurso público internacional lançado em Setembro para a gestão do CFB.

A informação foi avançada pelo responsável durante um seminário online sobre as potencialidades do Corredor do Lobito.

Na ocasião, Ricardo de Abreu, ministro dos Transportes, considerou que "o concurso está baseado nas melhores práticas e requisitos internacionais e no mais restrito respeito da legislação e regulamentação em vigor para garantir, pela sua relevância mundial, maior atracção para investimento".

O titular da pasta dos Transportes referiu que o Executivo quer seleccionar como "melhor concorrente", aquele que der "garantias de continuidade de negócio e segurança para alavancar a economia subjacente a jusante do Corredor do Lobito, ao longo das três províncias nacionais que atravessa".

Recorde-se que o concurso foi lançado no passado dia 8 de Setembro. O vencedor do concurso assumirá a gestão, exploração e manutenção do CFB durante 30 anos.

Relacionado