Ver Angola

Telecomunicações

Multitel: “Procuramos estar três passos à frente de nós mesmos a todo o tempo”

Não é preciso esperar até Dezembro para decretar “pandemia” como a palavra do ano 2020. Alheia aos contratempos causados pela covid-19, a Multitel tornou este num ano de reinvenção. Apresentou o seu mais recente serviço - o Digitotal Solution - e diz-se pronta para a processo de privatização que levará a empresa à Bolsa de Valores de Angola. Numa entrevista conjunta, António Geirinhas, director-geral da empresa e Kussi Bernardo, CTO, analisam passado, presente e futuro da Multitel, que continua a ser a referência maior nos serviços de telecomunicações angolanos.

:

VerAngola (VA) - A espera está a ser longa, mas a Multitel continua pronta para a privatização?

António Geirinhas (AG) - A Multitel não só está pronta, como já iniciou o processo que levará a empresa à bolsa de valores de Angola (BODIVA). Aliás o investimento efectuado no reposicionamento da empresa com o lançamento dos novos serviços, tem como objectivo final responder às novas necessidades da economia e dos nossos clientes e criar assim valor futuro muito importante para a empresa.

VA - O prazo inicial apontava o decorrer do processo em 2020. Manteve-se este timming?

AG - O processo que estava definido no Programa de Privatização para 2020 está a ser cumprido e foi iniciado dentro dos prazos previstos, através da articulação entre os accionistas, a equipa de gestão e o IGAPE.

VA - Já sabe em que moldes se vai desenrolar?

AG - Os moldes, a metodologia e a sequência das actividades estão definidos de forma clara no Programa de Privatização e estão até agora ser cumpridos com o máximo rigor. O cronograma com as datas definitivas, será fechado muito em breve.

VA - Como é que se reinventa uma empresa de telecomunicações com mais de 20 anos de experiência?

AG - Reinventa-se todos os dias com um forte envolvimento de todos os colaboradores, com uma capacidade criativa permanente e investimento em inovação e desenvolvimento. Temos uma equipa jovem e experiente capaz de aproveitar o espaço que a Multitel dá a todos para poderem fazer a diferença. A filosofia UBUNTU está sempre presente na nossa equipa..."Só terei sucesso se todos tiverem sucesso".

VA - É a Multitel Digitotal Solution que vai colocar a empresa um passo à frente da concorrência?

AG - O segredo do novo panorama deixou de ser olhar para o retrovisor, para nos focarmos mais nos nossos clientes e nas suas necessidades, a Multitel Digitotal Solution vem acima de tudo fortalecer esta nova forma de actuar e cooperar com parceiros e concorrência, para em conjunto criarmos uma cada vez melhor experiência e resposta às necessidades dos nossos valiosos clientes.

VA - De que forma é que esta renovada Multitel pode ser um apoio fundamental para as empresas nacionais?

Kussi Bernardo (KB) - Durante os nossos vinte e dois anos de vida como empresa sempre fomos muito focados e investimos para trazer para o mercado nacional soluções que foram permitindo as empresas estarem ligadas aos seus clientes e parceiros com confiança, e num mundo com mudanças cada vez mais rápidas a nossa promessa para as empresas angolanas é que poderão focar-se no seu negócio principal e de raiz, e ter a Multitel Digitotal Solution a tratar das suas questões tecnológicas nos 360º (telecomunicações, Tecnologias e Sistemas de Informação), o que as vai tornar naturalmente mais eficientes e com ambientes mais produtivos e eficientes.

VA - E o 'core business' das telecomunicações (redes privativas, Internet) como fica?

KB - Esta pandemia tem mostrado que entre outras coisas o nosso mundo, e Angola não foge a esta realidade, já absorveu as telecomunicações como um bem essencial, assim como o oxigénio para os seres vivos, as telecomunicações são o ar para a nova realidade social, economia e estilo de vida digital que se desenha. Nós temos consciência desse papel e da responsabilidade que temos e vamos claramente continuar assegurar as ligações de confiança com links ópticos, redes privadas, Internet segura e mobilidade digital.

VA - O impacto da covid-19 tornou-se num tema incontornável. Como reagiu a empresa?

KB - A Multitel não foi imune ao impacto, mas não deixamos de assegurar a qualidade do nosso serviço, a assistência remota 24/7, continuámos a investir para assegurar que os nossos clientes não ficassem isolados e desligados durante o processo de transição que decorre e que levou as empresas para as residências com a criação de novos pacotes e modalidade de serviços. Apesar de termos parte das nossas equipas de suporte ao negócio a trabalhar a partir de casa, não deixamos de estar presentes junto dos nossos clientes, através das nossas linhas SIP, e asseguramos a instalações de condições e adopção de procedimentos mais seguros para a saúde da empresa como um todo. Do ponto de vista comercial a Multitel lançou uma campanha de desconto de 30% para os serviços de Internet de uso residencial para suporte às necessidades inerentes ao tele-trabalho.

VA - Lançar um novo serviço em tempos de pandemia pode ser vantajoso?

KB - A experiência recente dos últimos meses mostrou que a responsabilidade da nossa empresa em períodos turbulentos é de continuar a entender as necessidades dos nossos clientes e parceiros, e trazer para o mercado as soluções necessárias para tornar a experiência do cliente mais agradável e menos pandémica.

VA - Fala-se cada vez mais em tele-trabalho, cloud, acesso remoto. Há condições em Angola para este tipo de realidade?

KB - A certeza dá-nos o mercado angolano. Muito mais dos que as palavras, mostra no dia-a-dia das empresas que desde o dia 2 de Setembro deste ano 2020 começaram a aderir aos nossos serviços Digitotal Solution e a beneficiar das vantagens, dos nossos parceiros que estão a criar novas oportunidades por terem o seu negócio disponível na nossa cloud e no número elevado de novas ligações que atendemos no período de Março a Agosto para garantir o alto-desempenho e tele-trabalho com as ligações de confiança. Esta é já a nova realidade e naturalmente com muito caminho pela frente.

VA - Estão um passo à frente da concorrência?

KB - Nós procuramos estar três passos à frente de nós mesmos a todo o tempo, queremos continuar a melhorar 1% todos os dias nos nossos processos, nos pontos de contacto e experiências com os nossos clientes, porque acreditamos ser a forma correcta e sustentável de chegarmos ao final de cada mês e cada ano melhor do que começámos. Acima de tudo permitimos que os nossos clientes se foquem no seu negócio com ligações de confiança.

VA - O futuro é uma mistura entre expectativas e incertezas?

KB - Na Multitel nós acreditamos que as nossas acções, valores e orientações focadas na melhoria continua da experiência dos nossos clientes são uma certeza, e com base nas nossas certezas podemos encarar um futuro criado hoje e preparado para as incertezas de amanhã, sem nunca deixarmos de ser a nossa essência e oferecermos como consequência disso, as respostas esperadas e certas através da nossa nova oferta Digitotal Solution.