Ver Angola

Transportes

TAAG recebe quarto avião adquirido aos canadianos e vai reforçar rotas para o Congo, RDC e Namíbia

A companhia aérea de bandeira recebeu, esta Quarta-feira, o quarto de seis aviões Dash 8-400, adquiridos ao construtor aeronáutico canadiano De Havilland Aircraft.

:

As três aeronaves que já chegaram ao país - adquiridas no âmbito da modernização e reestruturação da TAAG - foram baptizadas com nomes como Cunene, Kwanza, e Zaire, sendo que esta semana foi a vez da chegada do Cassai (nome de um rio que nasce na província da Lunda Sul).

Este é assim o quarto modelo turbo-helice que o país recebe e que tem, igualmente, uma capacidade para transportar 74 passageiros, sendo 64 lugares na classe económica e 10 assentos na classe executiva.

O avião conta com uma autonomia de voo de seis horas, voando até 2500 metros de altitude e podendo atingir uma velocidade de 700 quilómetros por hora.

Miguel Paulo Cassoma, gestor de projectos da TAAG, avançou que o mais recente aparelho da companhia fará parte dos planos operacionais nas próximas duas semanas, após cumprir os procedimentos de licenciamento de voo.

"Esta é mais uma aeronave que vem reforçar os voos domésticos e regionais como, por exemplo, para o Congo, a República Democrática do Congo e para a Namíbia, com vista a reduzir as assimetrias regionais", destacou o responsável, citado pela Angop.

O gestor adiantou ainda que o próximo aparelho a chegar ao país, de um total de seis, terá as mesmas características e deverá estar em solo angolano no próximo mês de Novembro. Já a última das aeronaves adquiridas tem data de chegada marcada para o primeiro trimestre do próximo ano.

Recorde-se que, para garantir o uso eficiente dos novos aviões, em Novembro do ano passado, a TAAG habilitou 72 técnicos de manutenção, 42 pilotos, 36 comissários de bordo e quatro oficias e operações de voo.

Relacionado