Ver Angola

Política

PR nos EUA para participar na Gala anual da Fundação Internacional para a Conservação do Ambiente

O Presidente da República, João Lourenço, partiu no Sábado para uma missão nos Estados Unidos, onde participará, esta Segunda-feira, na Gala anual da Fundação Internacional para a Conservação do Ambiente. Durante a sua passagem pelos EUA, o chefe de Estado também marcará presença na Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque.

:

A etapa inicial do périplo será em Washington, onde será homenageado pelo seu envolvimento em iniciativas de defesa do Ambiente, refere em comunicado a Secretaria de Imprensa do Presidente da República.

Na capital norte-americana, o Presidente João Lourenço participará Segunda-feira na Gala anual da Fundação Internacional para a Conservação do Ambiente (ICCF), evento durante o qual proferirá um discurso na presença de altas figuras da política, locais e estrangeiras, com realce para a presença do Presidente da República da Colômbia, Iván Duque Márquez, e numerosos congressistas.

No mesmo dia, Washington vai acolher uma mesa redonda sobre investimentos em Angola, iniciativa da Câmara de Comércio Estados Unidos da América-Angola, refere o comunicado, adiantando que "no evento sobre negócios, o Presidente João Lourenço falará aos empresários norte-americanos presentes".

No último dia da etapa em Washington, o chefe de Estado irá ao Capitólio para um encontro com a líder do Congresso, Nancy Pelosi.

Faz parte do programa em Washington também uma visita ao Museu de História Afro-Americana, durante a qual está previsto "um encontro com descendentes de escravos idos de Angola há 400 anos e que se estabeleceram na região da Virgínia, tendo tido participação relevante na conformação do que hoje se conhece como os Estados Unidos da América".

João Lourenço chegará a Nova Iorque na próxima Quarta-feira, onde fará o seu discurso na tribuna da Assembleia Geral das Nações Unidas na manhã de Quinta-feira, sendo o quinto orador do dia, depois dos líderes da África do Sul, Guiana, Botswana e Cuba.

"Além da participação no debate geral anual da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, o Presidente da República desenvolverá intensa actividade diplomática, mantendo encontros com líderes de vários países presentes em Nova Iorque", refere o comunicado.