Ver Angola

Comércio

Viana é “capital do café” ao acolher a estreia do Festival Nacional do Café

A partir de hoje, Viana será a “capital do café” ao acolher mais de 20 expositores – entre cafeicultores, exportadores, comerciantes e financiadores – do ramo, que participam no primeiro Festival Nacional do Café.

:

O certame, que decorre sob o lema "Um dia para ficar acordado", estará de portas abertas durante dois dias (Quinta e Sexta-feira), das 10h00 às 17h00 no Pavilhão da MOPIC, em Viana, na capital. Afirmando-se como uma estreia no país, esta é uma iniciativa do Instituto Nacional do Café (INCA), sendo de entrada livre.

Na abertura do evento esteve o secretário de Estado para as Florestas, André Moda, bem como o director-geral do INCA, Bonifácio Francisco. Para o responsável pelo instituto nacional, a necessidade da promoção da produção de café a nível nacional prende-se com o facto de esta ser uma fonte de renda para o sustento de diversas famílias um pouco por todo o país.

Avançou ainda que, ao longo do festival, serão debatidos temas como "Café Riqueza de Angola", "Sistemas de Produção Mecanizada de Café", "Comercialização e Exportação de Café" e "Financiamento à Cafeicultura Angolana".

Para além disso, será também realizado um concurso de qualidade de café, divido por região.

Um dos participantes do festival, o administrador da fazenda Vissolela, elogiou a organização do evento, avançando que até ao momento já produziu mais de 160 toneladas de café. Localizada no Cuanza Sul, a fazenda administrada por Énio Miranda tem como objectivo atingir as 400 toneladas no próximo ano.

O Festival Nacional do Café enquadra-se nas jornadas comemorativas do Dia Mundial do Café, assinalado a 1 de Outubro. Recorde-se que Angola foi já o terceiro maior produtor do mundo deste grão.