Ver Angola

Economia

ReStart: apoiar o empreendedorismo feminino em tempos de pandemia

Chama-se ReStart e é um programa 100 por cento digital destinado a mulheres empreendedoras em Angola, que pretendam re-inventar, inovar e acelerar o crescimento dos seus negócios no contexto actual.

:

A iniciativa, apoiada pela Unitel, surge na sequência do patrocínio da empresa, em Maio de 2019, do FemTech, um programa de capacitação de empresárias, que apoiou mais de 20 empreendedoras. No entanto, devido à pandemia de covid-19, o programa - que decorria de forma presencial e em grupos - teve de ser interrompido. 

Desta forma, a Unitel equacionou junto da Acelera Angola e da IdeiaLab parceiras neste segmento, uma solução “não presencial” como forma de dar continuidade às acções de responsabilidade corporativa, definidas no âmbito do empreendedorismo feminino e empoderamento económico.

Assim, durante os próximos três meses, o ReStart apresenta-se como uma iniciativa para apoiar mulheres empreendedoras a reestruturarem os seus negócios e assim fazerem face aos desafios causados pela pandemia.

Um comunicado remetido ao VerAngola explica que o programa está dividido em três módulos e 11 sessões virtuais, onde as participantes terão a oportunidade de repensar estratégias de crescimento do negócio, desenvolvimento pessoal e construção de uma rede de contactos e partilha.

O ReStart pretende formar nesta edição 30 mulheres, com foco no crescimento dos seus negócios.

As candidaturas para o programa estão abertas até ao dia 13 de Setembro, para todas as empreendedoras que tenham um negócio activo há pelo menos há 18 meses, estando o formulário de candidaturas disponível em: www.bit.ly/unitelrestart.