Ver Angola

Defesa

Polícia angolano é detido por alegado furto de 593 lâmpadas para manutenção da rede pública

Um polícia angolano foi detido no município do Lobito, província de Benguela, acusado de ter furtado 593 lâmpadas diversas, na Central Térmica da Quileva, informaram as autoridades policiais locais.

:

De acordo com o porta-voz do Serviço de Investigação Criminal de Benguela, subinspector Vitorino Kotingo, o agente da Polícia Nacional, de 53 anos, encontrava-se de guarnição naquela central térmica, tendo para o efeito contado com a ajuda do seu filho, de 28 anos.

Vitorino Kotingo, citado pela Angop, informou que foram recuperadas as lâmpadas, sendo 415 incandescentes, 177 ecológicas e uma fluorescente, que tinham como destino o mercado informal para a sua comercialização.

As lâmpadas foram furtadas de dentro de um contentor, onde se encontravam para a realização periódica da manutenção dos postes de iluminação pública, bem como de algumas instituições do Estado.

Recentemente, o ministro do Interior, Eugénio Laborinho, manifestou preocupação com o crescente fenómeno de vandalização de bens públicos, manifestado através de furtos por cidadãos nacionais.

Eugénio Laborinho mencionou que este é um crime que tem vindo a ganhar contornos alarmantes, se se olhar para os prejuízos que tem causado ao Estado, e apelou à sociedade para que sejam denunciadas estas situações.

Os actos de vandalização de bens públicos em Angola têm afectado sobretudo caminhos-de-ferro, com o furto de parafusos e outros materiais da linha férrea, transportes públicos, com o apedrejamento de comboios e autocarros, sistemas de iluminação pública, com o roubo de cabos eléctricos e lâmpadas, bem como de distribuição de água, com o furo de condutas, para a comercialização de água.

Em Maio deste ano, um cidadão chinês, encontrado na posse de 52 tampas de sarjetas e mais de 3000 metros de cabos eléctricos, foi detido pelas autoridades policiais angolanas, no município de Viana, arredores de Luanda, por se dedicar à suposta compra destes bens roubados.