Ver Angola

Transportes

Comboio turístico estreia-se em passeio entre Huíla e Namibe já este mês

A partir do próximo Sábado, dia 22 de Agosto, vai ser possível viajar entre Huíla e Namibe num comboio turístico. Com o objectivo de impulsionar o turismo da região, a agência de viagens e turismo “Versatour” decidiu lançar este que é o primeiro comboio turístico da região.

: Amélia Oliveira/Angop
Amélia Oliveira/Angop  

A locomotiva vai sair do Lubango, passando por Bilala e terminando a viagem em Moçâmedes. Contudo, com o intuito de mostrar o melhor da região, o comboio fará paragens na Fortaleza de São Fernando, nas Colinas de Curoca, na Estação da Serra para ver o Miradouro da Serra da Chela e na Bibala para visitar os habitantes da vila.

Terminada a viagem, os passageiros farão o trajecto de regresso de autocarro.

Esta é a primeira iniciativa do género a ser realizada na região. O comboio partirá às 06h00 do Lubango, com destino a Moçâmedes.

João Lopes, responsável da agência de viagem, disse, em declarações à Angop, que a empresa decidiu avançar com esta iniciativa por sentir que era necessário chamar a atenção dos turistas para a região: "Com pouca oferta turística que temos, precisamos apresentar soluções para que o turista quando chega à província tenha uma variedade de opções. Estamos a fazer a nossa parte e o governo deve fazer a dele, criando condições básicas nas potencialidades existentes e atrair turistas".

João Lopes indicou ainda que a ideia é incluir este comboio turístico num pacote de turismo regular, com periodicidade mensal ou de dois em dois meses. Também indicou que os itinerários poderão variar, esperando que a adesão à iniciativa seja grande uma vez que em tempos de pandemia o sector turístico tem sido bastante afectado.

O pacote turístico com partida no Lubango, para adultos, terá um custo de 33 mil kwanzas, disse. Já as crianças entre os seis e 12 anos pagarão 21 mil kwanzas enquanto para as crianças até cinco anos a viagem é gratuita.

Para viagens com início em Moçâmedes, os adultos pagam 18 mil kwanzas e as crianças entre 6 e 12 anos pagam 12 mil kwanzas.

O preço do pacote, além de incluir o valor da viagem, inclui também um seguro de viagem contra acidentes.

A empresa, que existe no mercado turístico há um ano e meio, prevê conseguir levar, em cada viagem, um total de 60 passageiros, uma vez que tem de ser cumprido um limite de 50 por cento de lotação dos transportes devido à covid-19.