Ver Angola

Saúde

África com mais 281 mortos já conta 25.618 devido à covid-19

O número de mortes por covid-19 em África é de 25.618, mais 281 desde Domingo, num universo de 1.118.814 infectados no continente, cujas regiões Austral e do Norte são as mais afectadas, segundo dados oficiais.

: Kim Ludbrook
Kim Ludbrook  

O número de mortes causadas pelo vírus SARS-CoV-2 no continente africano nas últimas 24 horas foi de 281 e houve mais 9977 infectados, tendo mais 10.648 sido declaradas como recuperadas, subindo o total para 834.262, de acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), que reúne os dados mais recentes dos relatórios oficiais dos 55 países-membros desta organização.

O maior número de casos e de mortos de covid-19 continua a registar-se na África Austral, com 621.935 infectados e 12.637 vítimas mortais.
Nesta região, a África do Sul, o país mais afectado do continente, contabiliza 587.345 doentes infectados e 11.839 mortos.

O norte de África, a segunda zona mais afectada pela pandemia, tem agora 194.518 pessoas infectadas e 7.533 mortos e na África Ocidental o número de casos subiu para 147.935 e o de vítimas mortais para 2217.

Na região da África Oriental, o número de casos de covid-19 é de 102.859 e 2228 mortos e na África Central são contabilizados 51.577 casos de infecção e 1003 óbitos.

O Egipto é o segundo país com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, contabilizando 96.475 infectados e 5160 óbitos, seguindo-se a Argélia, que conta com 39.027 casos e 1357 vítimas mortais.

Entre os cinco países mais afectados, estão também a Nigéria, que regista 49.068 infectados e 975 óbitos, e o Sudão, com 12.314 casos e 798 vítimas mortais.

Entre os países africanos lusófonos, Cabo Verde lidera em número de casos (tem 3179 casos e 35 mortos), seguindo-se Moçambique (2855 casos e 19 mortos), Guiné-Bissau (2117 casos e 33 mortos), Angola (1906 infetados e 88 mortos) e São Tomé e Príncipe (885 casos e 15 mortos).

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), tem 4821 infetados e 83 óbitos, um número que se mantém constante há várias semanas.