Ver Angola

Energia

Subsidiárias da Sonangol ponderam levar à justiça clientes devedores

A Sonangol Distribuidora e SonaGás, subsidiárias da petrolífera estatal Sonangol, ameaçaram na Sexta-feira recorrer à justiça caso os clientes devedores não honrem os compromissos financeiros nos próximos 30 dias.

: Lusa
Lusa  

Um comunicado de imprensa distribuído na Sexta-feira, que não divulga os clientes devedores, avança que as duas empresas têm registado, com crescente preocupação, que os compromissos financeiros não são cumpridos dentro dos prazos aceitáveis.

As subsidiárias da Sonangol sublinham que "estão preocupadas com o comportamento inadimplente dos referidos clientes, porquanto tem notificado os mesmos, sem que haja reacções conciliatórias".

"A Sonangol Distribuidora e a SonaGás são entidades empresariais com enormes responsabilidades, dentro e fora do país, e para o cabal cumprimento das suas obrigações precisam de obedecer, com rigor, os processos inerentes aos vários vínculos que estabelece", sublinha o comunicado.

De acordo com as empresas, a reiterada falta de pagamento por parte dos beneficiários primários dos seus produtos e serviços afecta, sobremaneira, a capacidade destas duas subsidiárias da Sonangol de honrar os compromissos para com os seus fornecedores e prestadores de bens e serviços, além de contribuir para a destruição continuada de valor destas.

Nesse sentido, apelaram "ao bom senso de todas as entidades com pendências por liquidar, que, com urgência, estabeleçam contacto com as mesmas, a fim de efectuarem os pagamentos devidos em atraso".

"A não liquidação das respectivas dívidas por esses clientes, dentro dos próximos 30 dias, contados a partir da data desta publicação, irá compeli-las a accionar os mecanismos legais referentes à cláusula de incumprimento das obrigações constantes nos contratos firmados, bem como outros previstos por lei", realça a nota.