Rede de supermercados espanhola chega a África com olhos postos em Angola

A cooperativa espanhola de supermercados Covirán anunciou a abertura da primeira loja da marca no continente africano, na ilha cabo-verdiana do Sal, e está a analisar a possibilidade de instalação também em Angola, Guiné-Bissau e Moçambique.
:
  

Em comunicado, o grupo espanhol refere que a entrada no mercado de Cabo Verde, concretizada esta semana com a abertura do primeiro supermercado, estava a ser estudada desde 2018 e insere-se no plano de expansão internacional da marca.

A entrada em Cabo Verde, explica a cooperativa Covirán, foi feita, como habitualmente, com um parceiro local, “conhecedor de um território, cliente e hábitos de consumo muito distintos dos europeus”.

Esta loja tem 180 metros quadrados e será abastecida por via marítima a partir da Plataforma de Sintra (Portugal) da Covirán, uma vez por semana.

A ilha do Sal é considerada a mais turística de Cabo Verde, mas a Covirán refere que é “previsível” a abertura “a médio prazo” de novos supermercados da cooperativa no arquipélago.

“Com esta motivação, o trabalho de prospecção está sendo realizado noutros países, como a Guiné-Bissau, Angola ou Moçambique”, lê-se ainda no comunicado.

Internacionalmente, a grande aposta da cooperativa é Portugal, onde em 2019 já abriu 16 novos supermercados, tendo investido ainda 3,5 milhões de euros na reabilitação de outras 14 lojas.

Até ao final do ano, só em Portugal, a Covirán prevê abrir mais 10 lojas.

Ainda em Portugal, a cooperativa refere ter aumentado em 2019 mais 100 postos de trabalho, totalizando 2000.

Em toda a península ibérica, a cooperativa espanhola, cuja expansão é feita através de empresários locais, afirma ter fechado 2018 com um total de 15.653 trabalhadores.

Mais Lidas