Ver Angola

Transportes

Governo e sindicato acordam em suspender greve dos trabalhadores da TAAG

Governo e o Sindicato de Pilotos de Linha Aérea (SPLA) chegaram a um acordo que permitiu suspender a greve dos trabalhadores da TAAG, programada de 2 a 23 de Setembro, indica um comunicado oficial.

:

No documento, o Ministério dos Transportes refere que as exigências do caderno reivindicativo foram negociadas e acordadas e vão abranger, nas devidas proporções, não só os pilotos da TAAG, mas todos os trabalhadores da companhia, salvaguardado o princípio da transversalidade.

O acordo final das negociações, adianta-se o comunicado, estabelece que, "com carácter de urgência", quer a TAAG quer o SPLA "revejam e actualizem o Acordo Colectivo de Trabalho, de modo a estabelecer os parâmetros em que os profissionais da classe possam ser inseridos e ver respaldados os seus direitos e deveres para com a empresa".

O Ministério dos Transportes lamenta que "o movimento reivindicativo do SPLA e a ameaça de greve" tenham sido desencadeados numa altura em que a recém-nomeada direcção do Ministério "se preparava para a introdução de medidas de reestruturação e modernização do sector".

"O Ministério dos Transportes saúda as partes, em particular a direcção do SPLA, pela disponibilidade manifestada, ao mesmo tempo que exorta os colaboradores da TAAG e demais interessados do sector a exercerem as suas atividades sob o manto do rigor, profissionalismo, disciplina e espírito de missão, em obediência aos mais altos cânones da ética e deontologia profissional, evitando controvérsias que, em última instância, só ajudam a denegrir a imagem das empresas nacionais e dos seus profissionais", lê-se na nota.

A finalizar, a tutela dos Transportes reitera o compromisso assumido de introduzir novas medidas estruturais de adequação do sector da aviação civil às normas e às melhores práticas internacionais, visando posicionar Angola como um "país estratégico da aviação civil em África e no mundo".