Falta de divisas? Onde ir para fora, cá dentro: 2.ª edição

No momento em que escrevemos estas linhas, 100 dólares custam 58.000 kwanzas no mercado informal. É praticamente impossível adquirir divisas nos bancos comerciais. Não há dólares, não há euros, não há moeda estrangeira. Como consequência, as pessoas simplesmente pararam de viajar para fora, ou então o fazem com muito menos frequência. Mas será este o motivo para ficarmos eternamente em casa, presos num filme de terror financeiro, na incapacidade de sairmos deste pesadelo? Não nos parece.
:
  

Não vamos aqui fingir que existe turismo interno no verdadeiro sentido deste conceito, e muito menos uma indústria organizada e estruturada que o suporte. Entretanto, já começam a haver algumas opções, ainda que apenas para viajantes com um poder de compra acima da média. Estas opções são invariavelmente mais baratas que o custo total de trocar kwanzas na rua e efectuar uma viagem ao exterior, e oferecem a oportunidade de conhecer a imensidade e o potencial turístico deste país.

Partilhamos aqui alguns lugares espalhadas por Angola, desde fazendas a safaris, e até mesmo safaris aéreos.

Sem mais rodeios:

Colina Resort (Benguela)

No cume do Morro da Catumbela, com uma vista soberba sobre os campos verdes da vila, o rio do mesmo nome e o mar, está localizado um dos mais lindos resorts da província de Benguela. Em funcionamento desde 2004 mas só recentemente posto à disposição do público em geral, o Colina Resort é um bom exemplo de um retiro urbano em condições. Está convenientemente situado entre as cidades de Lobito e Benguela, mas é rodeado pelo sossego e dá a sensação de estar longe de qualquer agitação urbana. O Colina Resort tem 26 bungalows de tipologias T1 e T2, equipadas com cozinha completa, sala e quarto(s), uma enorme piscina, um restaurante com bar adjacente, ginásio, spa e courts de ténis.

Para lá chegar vindo do aeroporto internacional de Catumbela, basta seguir os sinais para a Vila e, a seguir ao Hospital de Catumbela, curvar à direita e subir o Morro. O resort é imperdível.

A diária do Colina Resort custa 26.000 kwanzas para os bungalows T1. Para os T2 o preço é de 35.000 kwanzas e a cama do segundo quarto é de solteiro. Já que os bungalows têm cozinha, importa realçar que existe um Kero e um Maxi a cerca de 10 minutos de carro do resort.

Casper Lodge (Huíla)

Localizado no centro da cidade do Lubango e rodeado por extensos espaços verdes e jardins, o Casper Lodge é um refúgio urbano por excelência. Por estar integrado no Parque da Nossa Senhora do Monte, o Casper Lodge consegue estar no meio da cidade mas longe do barulho. É um oásis de bom gosto e sossego. Fazem parte do complexo do lodge o hotel e aparthotel, duas piscinas, jacuzzi, ginásio, sauna e os lindos jardins que só por si merecem uma visita. Sobressai a arquitectura moderna e em harmonia com o meio ambiente. O hotel em si dispõe de 19 quartos, incluindo duas suítes, espalhados por dois edifícios (todos os quartos têm varanda privada) enquanto que o aparthotel tem 21 apartamentos em tipologias T1, T2 e T3, ideais para férias em família. Existe também uma guesthouse para eventos particulares ou empresariais.

O Casper Lodge fica há cerca de 25 minutos do Aeroporto da Mukanka; a gerência pode organizar o transfer do aeroporto para o Lodge.

A cidade do Lubango é das nossas preferidas em Angola, e consideramos a província da Huíla como uma das mais organizadas no que toca ao turismo interno. A partir do Casper pode organizar excursões à Tundavala, Cristo Rei, Serra da Leba, Fenda do Bimbe, Cascata da Hunguéria, e outras maravilhas da região. Ou, se preferir, pode simplesmente desfrutar das excelentes instalações do Lodge.

Os apreciadores de pequenos-almoços vão gostar de saber que esta refeição é das maiores atracções do Casper e talvez dos melhores que o país tem. É um pequeno banquete com frutas frescas, pratos quentes e produtos vindos do Le Chalet, o produtor local de lacticínios que muito apreciamos. Pode escolher tomar o pequeno-almoço na Sala criada para o efeito ou mesmo no jardim. O restaurante do Lodge, com vista para a piscina, também é bem referenciado pelos seus almoços e jantares e também pela sua garrafeira.

A diária no Casper Lodge por casal varia por tipo de quarto; tem uma opção de 16.000 kwanzas e outra de 23.000 kwanzas. Já as suítes custam 30.000 kwanzas por casal. O pequeno-almoço está incluído.

Ler Artigo Completo

Mais Lidas