Ver Angola

Economia

Fitch revê em alta inflação para 23,5 por cento este ano

A consultora Fitch Solutions reviu em alta a estimativa de evolução da inflação para este ano em Angola, devido ao aumento das taxas de juro pelo banco central e prevê agora que os preços subam 23,5 por cento.

:

"Acreditamos que no resto do ano o banco central vai manter a taxa de juro referência nos 20 por cento, embora os riscos sobre a nossa previsão sejam ascendentes", escrevem os analistas desta consultora detida pelos mesmos donos da agência de notação financeira Fitch Ratings, que puxaram de 21,5 por cento para 23,5 por cento a previsão sobre a evolução dos preços.

Na nota enviada aos clientes, e a que a Lusa teve acesso, os analistas ressalvam, no entanto, que "a moderação dos preços mais lenta do que o antecipado, em conjunto com o compromisso renovado do Banco Nacional de Angola de controlo da inflação, pode levar a um aumento da taxa ainda este ano".

O Banco Nacional de Angola subiu as taxas de juro directoras em 450 pontos base (4,5 pontos percentuais) para 20 por cento na reunião deste mês, o primeiro aumento em mais de três anos, o que, para a Fitch, "reflecte a decisão do parlamento, no mês passado, de rever o mandato do banco central para lhe dar um foco maior na estabilidade dos preços".

Este aumento levou a Fitch a rever a previsão sobre a evolução da taxa, que os analistas antecipam que vá manter-se nos 20 por cento até final do ano, já que a inflação ficou nos 24,9 por cento em Maio, a maior taxa desde Dezembro do ano passado, quando registou 25,1 por cento e a segunda maior dos últimos quatro anos.