Ver Angola

Telecomunicações

Será o fim das quebras de rede? Roaming nacional garante cobertura móvel até nas zonas rurais

As quebras de rede de telecomunicações - o chamado "ficar sem rede" - principalmente nas zonas rurais, podem estar perto de acabar. O país prepara-se para adoptar o serviço de roaming nacional, que permitirá aos cidadãos que se encontram nas zonas mais remotas do país continuarem a ter acesso a serviços de telecomunicações.

:

O roaming nacional, segundo o ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, vai assegurar que as zonas sem rede passem a ter cobertura.

Esta cobertura, explica, vai permitir aos cidadãos que tenham um determinado serviço de telefone comunicar-se nas zonas onde não há cobertura da sua operadora, através da utilização de outra operadora.

"Isto vai permitir, primeiro, um maior alargamento da banda larga nacional e, também, facilitar que nós, enquanto utentes do serviço das telecomunicações de serviços móveis, possamos ter maior disponibilidade de acesso ao serviço", disse o governante, citado pelo Jornal de Angola.

É preciso tornar os serviços de telecomunicações mais eficientes, considerou, explicando que a implementação do roaming nacional é resultado de um trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no sector com vista a melhorar a qualidade do serviço.