Ver Angola

Saúde

Angola ultrapassa barreira das 500 infecções por covid-19

Angola registou mais 23 casos de infecção pelo novo coronavírus, aumentando o total para 506, com mais um óbito, informou este Domingo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

: Lusa
Lusa  

Segundo o governante, na apresentação do quadro epidemiológico da covid-19 no país, dos novos casos, 16 do sexo masculino e sete do sexo feminino, 22 são de Luanda e um é do município do Cazengo, província do Cuanza Norte.

Quanto ao óbito trata-se de um cidadão angolano de 30 anos que estava internado "em estado crítico", há várias semanas no Hospital Josina Machel, em Luanda, e depois foi transferido para um centro de referência.

O país, que vive desde 26 de Maio situação de calamidade pública, conta no global com 506 casos positivos de covid-19, sendo 362 activos, 118 recuperados e 26 óbitos.

Entre os casos positivos, pelo menos 440 são de transmissão local.

Franco Mufinda disse igualmente que as autoridades continuam a intensificar acções nos grupos de risco e centros de sentinela, referindo que esta Segunda-feira serão testados cerca de 1000 profissionais da comunicação social com recurso a testes serológicos.

Pelo menos 7500 pessoas foram testadas, entre 8 e 11 de Julho, durante a campanha de testes maciça de despiste da covid-19, e desse número 57 pessoas apresentaram resistência e/ou acusaram positivo e estão já em isolamento nos centros de quarentena, enquanto aguardam pela confirmação do teste de biologia molecular.

Em Angola, 847 pessoas estão em quarentena institucional e 2323 contactos estão sob vigilância das autoridades.

Luanda, foco da doença, e o município do Cazengo estão sob cerca sanitária, medida que visa "cortar a cadeia de transmissão" do vírus.

Em ambas as localidades, o uso de máscaras na via pública é obrigatório, desde Quinta-feira, estando previstas multas de 5000 a 10.000 kwanzas para quem violar as regras.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 565 mil mortos e infectou mais de 12,74 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em África, há 12.988 mortos confirmados em cerca de 578 mil infectados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Relacionado