Ver Angola

Política

João Lourenço: Angola tem muito mais do que petróleo e diamantes

O Presidente da República afirmou que Angola tem mais para oferecer do que petróleo, gás e diamantes, destacando que o país deve explorar todos os seus recursos.

:

João Lourenço, que falava esta Sexta-feira na inauguração do novo Instituto Geológico de Angola, em Luanda, destacou que esta é uma entidade "de extrema importância" para um país com os recursos geológicos e mineiros de Angola, podendo prestar serviços ao Estado e investidores privados.

O chefe do executivo assinalou ainda que o IGEO tem tecnologia de ponta e quadros qualificados, na maioria jovens angolanos, servindo não apenas o sector das ciências geológicas e mineiras, mas também o sector dos petróleos, da agricultura e da construção civil e outros.

"Nós temos puxado pelo ministro dos Recursos Minerais e Petróleo no sentido de procurar explorar todos os recursos de que Angola dispõe. Até aqui os recursos mais explorados são o petróleo, o gás e o diamante, mas como acabámos de ver, nas amostras apresentadas, o país tem muito mais", sublinhou.

João Lourenço acrescentou ainda que o IGEO "vai ser útil aos investidores que precisam de informação geológica para poderem fazer os seus investimentos na área geológica e mineira e essa informação será colhida nesse instituto que tem capacidade para servir todo o tipo de cliente, quer seja o estado quer sejam investidores privados".

O IGEO, cuja primeira pedra foi lançada em Dezembro de 2013, tem sede em Luanda na centralidade de Kilamba, e dois centros regionais, em Lubango (província da Huíla) e Saurimo (província da Lunda-Sul).

O laboratório de Luanda tem a função mais completa, com foco na microanálise. O de Lubango, além das análises genéricas possui capacidade de preparação e análise de rochas ornamentais e minerais industriais, enquanto o de Saurimo realiza análises geocientíficas.

Os laboratórios foram construídos e apetrechados pela chinesa CITIC Construction.

Relacionado