Ver Angola

Matérias Primas

Receita com exportação de diamantes caiu 23 por cento no primeiro trimestre

A receita bruta arrecadada com a exportação de diamantes sofreu uma queda de 23 por cento no primeiro trimestre deste ano. Esta quebra foi provocada pela covid-19, que obrigou o mercado de venda internacional de diamantes a parar e, consequentemente, levou a que os operadores no sector diamantífero tivessem de parar a produção – que também sofreu uma quebra.

:

Entre Janeiro e Junho de 2020, Angola conseguiu arrecadar um total de 476 milhões de dólares com a exportação de diamantes. De acordo com os números, citados pelo Expansão, no mesmo período do ano passado, os lucros foram maiores: nos primeiros seis meses de 2019, Angola arrecadou 617 milhões de dólares com as exportações de diamantes, mais 135 milhões do que o valor registado este ano.

Este ano foram comercializados cerca de três milhões de quilates produzidos em Angola, uma quebra cerca de 37 por cento, quando comparado com período homólogo do ano passado, onde foram produzidos um total de cerca de cinco milhões de quilates.

De acordo com o Expansão, a paralisação quase na íntegra da Sociedade Mineira de Catoca, a maior empresa de produção de diamantes do país, provocou uma quebra significativa na produção de diamantes.

A quebra de produção acentuou-se mais entre Fevereiro e Maio. Segundo o mesmo jornal, a produção de diamantes no mês de Março quando comparada com a produção em Março de 2019 registou uma queda de mais de 80 por cento. Já em Maio a queda foi de cerca de 71 por cento face ao mesmo período do ano passado.

Por outro lado, apesar da queda na produção e nas exportações, as receitas fiscais arrecadadas nos primeiros seis meses do ano registaram um aumento, segundo dados da Administração Geral Tributária.