Ver Angola

Indústria

Huambo aumenta produção anual de mel para 600 toneladas e já pensa na exportação

O Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF), no Huambo, prevê o aumento da produção de mel para este ano. Justificando os investimentos recentes que têm sido feitos no sector como a causa deste aumento, o IDF estimou que este ano a produção seja superior a 600 toneladas.

:

A instituição prevê aumentar a produção de mel em cerca de 100 toneladas. De acordo com o IDF, a produção actual é de 500 toneladas, contudo, para este ano a cifra deverá fixar-se nas cerca de 600 toneladas.

Amilton Caetano, chefe dos serviços técnicos e fiscalização do instituto, em declarações à Angop, explicou que este aumento está relacionado com o reforço e investimento que o sector tem recebido nos últimos tempos.

A entrega de kits completos de apicultura às cooperativas e associações e o facto de este ano não ter havido estiagem, são alguns dos investimentos que vão contribuir para o aumento da produção, disse o responsável.

Amilton Caetano destacou ainda o lançamento, no ano passado, do Programa de Fomento Apícola no Humabo que tornou mais fácil o acesso a meios de produção de mel.

Frisando que a quantidade de mel produzida na província é bastante elevada, Amilton Caetano fez ainda saber que os apicultores querem avançar com a exportação deste produto e que o Ministério da Agricultura já está a trabalhar nesse sentido, através do contacto com instituições internacionais.

Os municípios de Ecunha, Cachiungo, Bailundo, Mungo e Chinjenje são os maiores produtores de mel da região, que conta com a presença de cerca de 800 apicultores.