Ver Angola

Comércio

Benguela vai ter nova fábrica de celulose em parceria com Fundo Soberano

Uma nova fábrica de celulose vai ser construída na província de Benguela pelo Governo em parceria com o Fundo Soberano de Angola, que já tem neste momento mais de 400 hectares plantados para matéria-prima.

:

A informação foi avançada pelo secretário de Estado para as Florestas, André Moda, no final da apresentação do Plano Estratégico de Intervenção dos Perímetros Florestais Públicos.

A tutela de três perímetros florestais públicos, de 200 mil hectares, sob responsabilidade da empresa Estrela da Floresta, afecta ao Fundo Soberano, vai ser transferida para o Ministério da Agricultura e Florestas.

Segundo André Moda, um despacho presidencial de 26 de Março último revogou um outro de 28 de Setembro de 2015, assinado pelo então Presidente da República José Eduardo dos Santos, e anulou o acordo de parceria entre o Ministério da Indústria e a empresa Estrela da Floresta, que visava a concessão, gestão e exploração dos perímetros florestais de eucalipto nas províncias de Benguela, Huambo e Huíla.

Em declarações à imprensa, o governante disse que o Fundo Soberano não terá o mesmo papel, passando a ser apenas um investidor com capacidade para atrair outros investimentos externos para trabalhar nas florestas do país.

André Moda referiu que o Fundo Soberano investiu já 32 milhões de dólares neste segmento, estando nesta altura numa fase de experimentação de plantações.

O secretário de Estado para as Florestas realçou que uma das grandes apostas do Fundo Soberano agora é alcançar matéria-prima suficiente para sustentar a futura fábrica de celulose.

"Já havia uma fábrica de papel e celulose, mas foi destruída durante a guerra", indicou André Moda, acrescentando que "neste momento o Fundo Soberano tem mais de 400 hectares já plantados e que estão destinados para esta fábrica de papel".