Operação policial: quatro condutores em cada 10 conduzem com excesso de álcool

Uma operação policial realizada pela Unidade de Trânsito de Luanda apanhou quatro condutores com excesso de álcool no sangue a cada 10 fiscalizados, segundo números divulgados esta Terça-Feira pela Polícia Nacional.
:
  

De acordo com a mesma informação, a que a Lusa teve acesso, a operação denominada "Noite sem Álcool" decorreu na capital angolana entre 14 a 17 de Julho e envolveu a fiscalização de 119 condutores, submetidos ao teste de álcool no sangue.

Destes, 22 apresentavam uma taxa entre 0,6 e 0,8 gramas de álcool por litro de sangue, incorrendo numa infracção grave, enquanto nove foram detectados com uma taxa de 0,8 a 1,2 gramas, correspondente a uma infracção muito grave, tendo sido aplicadas multas.

A polícia encaminhou ainda 17 condutores para o Ministério Público, por terem acusado uma taxa de álcool superior a 1,2 gramas de álcool por litro de sangue, considerado crime.

Os acidentes de trânsito são a segunda principal causa de morte em Angola, depois da malária, sobretudo devido, segundo a polícia, à imprudência, condução sob efeito do álcool e ao mau estado de conservação das estradas.

Apenas entre Abril e Junho morreram nas estradas 667 pessoas e 2.865 ficaram feridas, em resultado de 2.681 acidentes de viação, segundo dados da Polícia Nacional.

Ainda assim, registou-se uma redução de 1.159 acidentes, 317 mortos e 703 feridos, comparativamente com o segundo trimestre de 2015, reforça a polícia.

Mais Lidas