FACRA convida ideias e projectos inovadores a visitarem o seu stand na FILDA

O FACRA, o Fundo de Capital de Risco Angolano, anunciou hoje a sua participação na Feira Internacional de Luanda, FILDA, a realizar-se entre os dias 21 a 26 de Julho em Luanda.
:
  

De acordo com um comunicado remetido ao VerAngola, a presença do fundo, criado pelo Executivo angolano, sublinha os esforços da instituição em proporcionar oportunidades de financiamento para as Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPMEs) angolanas e estrangeiras interessadas em expandirem-se no mercado angolano.

A Feira Internacional de Luanda é a maior bolsa de negócios no país e a que gera maior afluência, com mais de 50.000 participantes esperados este ano. A feira de negócios ontará ainda com a presença do Ministro da Economia, Abraão Gourgel e do Governador de Luanda, Graciano Francisco Domingos.

Teodoro Poulson, Membro do Conselho da Comissão de Investimentos do FACRA refere que “a FILDA é um espaço ideal para o reforço da interacção do fundo com outras instituições nacionais e estrangeiras”, e enfatiza que “é importante fomentar a inovação e promover a diversificação económica como componentes cruciais para o crescimento económico de Angola a longo prazo”.

Todos os empreendedores internacionais, promotores de negócios e MPMEs com ideias e projectos inovadores presentes na Feira estão convidados a visitar o stand do FACRA na FILDA, no Pavilhão 1, para discutir possíveis oportunidades de negócios.

O FACRA foi criado pelo Executivo Angolano com o propósito de fornecer fontes suplementares de capital para empresas que procuram expandir-se no mercado, mas com dificuldades de garantir o financiamento a partir das fontes tradicionais, como os bancos.

Devido ao seu conhecimento do mercado local, o Fundo Activo de Capital de Risco Angolano também é capaz de fornecer conhecimentos estratégicos sobre como fazer negócios nos mais variados sectores da economia real, bem como auxiliar os investidores estrangeiros que procuram entrar no mercado angolano a estabelecer parcerias com empresas angolanas em desenvolvimento e expansão.

Mais Lidas