SubSea Service Center: Siemens vai desenvolver projecto pioneiro na área do petróleo e gás em Angola

A Siemens, líder de mercado em tecnologia, vai marcar presença na próxima edição da FILDA, que terá início na terça-feira. Tendo em conta o facto de a Alemanha ser o país convidado do evento em 2015, a empresa aproveitará a oportunidade para apresentar as novidades do seu posicionamento no nosso país, nomeadamente a criação do novo SubSea Service Center em Angola.
:
  

Em comunicado remetido ao VerAngola, a multinacional avança que foi recentemente atribuído à Siemens Angola o primeiro Service Center na área do SubSea, uma estrutura de grande importância para o sector do Petróleo e Gás.

A equipa deste centro vai disponibilizar aos clientes da empresa no país um conjunto de serviços de elevada qualidade nas áreas da instalação, inspecção, manutenção, fornecimento de peças de substituição, remodelação e serviços técnicos e de reparação em projectos na área do SubSea, tendo as suas competências reconhecidas pela Siemens Noruega, localização central de todas as competências da multinacional alemã para o Subsea na área do Petróleo e Gás.

Este é o primeiro centro do género em África, o que reforça a importância do mercado angolano para a empresa, que refere querer ser parte integrante do desenvolvimento do país e da sociedade. A empresa refere ainda que este projecto destaca a importância de dois programas que a Siemens tem a decorrer no nosso território, e que visam apostar e capacitar os recursos humanos locais.

O “Training all over” que já permitiu formar colaboradores angolanos em países como Alemanha, Estados Unidos da América, Noruega e Suíça, entre outros, de forma a responder às necessidades do mercado nacional. A empresa dinamiza também o “Welcome Back”, que visa recrutar angolanos que estejam a trabalhar nesta área noutros países, proporcionando-lhes uma boa oportunidade para regressarem ao país.

Sobre a Siemens Angola

A Siemens tem actividade permanente em Angola desde os anos 60. Actualmente está localizada no Belas Business Park, em Talatona, Luanda, e conta com cerca de 50 colaboradores. A empresa tem investido na sua presença em Angola para contribuir activamente no desenvolvimento tecnológico, social e económico do país.

Mais Lidas