Ver Angola

Política

João Lourenço em Nova Iorque para discutir situação da RCA na ONU

O Presidente da República desloca-se esta Segunda-feira a Nova Iorque para participar na Quarta-feira na sessão especial do Conselho de segurança das Nações Unidas convocada para avaliar a situação na República Centro Africana (RCA).

:

Segundo o secretário do Presidente da República para os Assuntos de Comunicação Institucional e Imprensa, Luís Fernando, o chefe de Estado participa no encontro na qualidade de presidente da Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos (CIRGL), que lidera desde Novembro de 2020.

"O Presidente João Lourenço ausenta-se do país por alguns dias para participar em prol da diplomacia africana, em prol da paz e da estabilidade dos Grandes Lagos, concretamente a situação de segurança que afecta há vários anos a República Centro Africana", disse Luís Fernando à imprensa.

Na reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas, João Lourenço vai fazer o ponto de situação "de tudo o que tem estado a ser feito sob liderança de Angola, no esforço colectivo de procura de paz e segurança da RCA.

O porta-voz do Presidente sublinhou que em Janeiro e Abril deste ano foram realizadas, em Luanda, duas mini-cimeiras por iniciativa da presidência angolana da CIRGL, evento aos quais se juntam outras três reuniões dos ministros dos Negócios Estrangeiros de Angola, Ruanda e RCA, nos meses de Maio e Junho último, na cidade de Bangui, capital da RCA.

"Tudo isto [são] tentativas de se harmonizar ideias e posições para que se implemente um roteiro que, finalmente, conduza à paz naquele país, onde o Governo, entre outros grandes desafios, como o acosso de forças negativas, de diversas tendências, ideologias e matizes, tem ainda um drama de não poder adquirir armas, devido a um embargo decretado internacionalmente", disse.

Luís Fernando frisou que o presidente da CIRGL tem advogado "abertamente para o fim desse embargo de armas".