Ver Angola

Política

João Lourenço felicita homólogo do Burundi e espera intensificar cooperação

O Presidente, João Lourenço, felicitou na Sexta-feira o seu homólogo do Burundi, um dia depois de ter tomado posse, realçando a expectativa de intensificar as acções de cooperação de interesse mútuo para ambos os países.

: Evariste Ndayishimiye, Presidente do Burundi
Evariste Ndayishimiye, Presidente do Burundi  

Na mensagem enviada a Evariste Ndayishimiye, João Lourenço, que foi convidado para a tomada de posse mas não pôde participar na mesma devido às "circunstâncias resultantes da pandemia da covid-19", mostra-se convicto de que a nova liderança será "capaz de promover a realização dos grandes interesses do Burundi", bem como o progresso e a estabilidade.

"É grande a expectativa de que durante o mandato de Vossa Excelência a República de Angola e a República do Burundi intensifiquem a realização de acções de cooperação de interesse recíproco, que contribuam para o bem-estar e a prosperidade de Angola e do Burundi", destaca ainda o chefe de Estado angolano.

O presidente do Burundi, que venceu as eleições presidenciais realizadas no dia 20 de Maio, antecipou a formalidade prevista para Agosto, após a morte repentina do seu antecessor, no passado dia 9.

A morte de Pierre Nkurunziza deixou em aberto a possibilidade de o seu aliado e porta-voz da Assembleia Nacional, Pascal Nyabenda, ser nomeado Presidente interino, conforme a Constituição.

O Tribunal Constitucional do Burundi decidiu esta semana que o Presidente eleito, Evariste Ndayishimiye, deveria tomar posse de forma imediata, colocando fim à incerteza criada pela morte do anterior chefe de Estado.

Pierre Nkurunziza morreu na Segunda-feira, aos 55 anos, na sequência de uma "paragem cardíaca", anunciou em comunicado o governo do país.

No entanto, alguns observadores referem que o chefe de Estado terá morrido por problemas associados à covid-19.