Ver Angola

Defesa

Polícia Nacional precisa de mais 20 mil efectivos para reforçar segurança da capital

Para garantir o bom funcionamento e segurança pública em Luanda é necessário recrutar mais 20 mil efectivos para a Polícia Nacional, revelou Waldemar José, porta-voz do Ministério do Interior.

:

De acordo com o responsável, a segurança pública em Luanda é assegurada, actualmente, por 20 mil polícias. No entanto, tendo em conta o número de pessoas que vivem na capital – cerca de 10 milhões – Waldemar José admite que é preciso duplicar esse número.

Contudo, o porta-voz do Ministério do Interior queixa-se da falta de fundos para combater esta falha: "É público que 93 por cento do orçamento do MININT serve apenas para salários. Não é que não haja vontade do Executivo. A verdade é que não há verbas para pagar salários a outros agentes que seriam recrutados", disse o responsável, citado pela Angop.

Waldemar José, que fazia o balanço das actividades policiais desenvolvidas entre 26 de Maio e 25 de Junho, disse que actualmente parte dos polícias estão a acompanhar o cumprimento das regras contra a covid-19 e que outra parte mantém as habituais funções de patrulhamento e garantia da segurança pública.

Dada a falta de recursos humanos, o porta-voz da tutela apelou aos cidadãos para que cumpram as medidas de combate ao novo coronavírus, realçando que há várias pessoas que não estão a respeitar as regras.

Salientando que as pessoas devem evitar os convívios e a realização de festas, Waldemar José deu o exemplo do caso de moradores do Kilamba que realizaram uma festa pública com música e consumo de álcool.

Waldemar José fez saber que, só no último mês, as autoridades já fecharam 146 espaços de diversão nocturna, impediram 107 actividades desportivas colectivas, interditaram 17 actividades religiosas, proibiram 11 funerais por excesso de pessoas e fecharam 642 mercados de venda ambulante. Disse ainda que já mais de 200 pessoas violaram a cerca sanitária colocada em Luanda e que 3000 pessoas foram detidas por desobediência.