Empresa Kinetics Techonology vai ampliar unidade de produção de gasolina da Refinaria de Luanda

A empresa de engenharia e construção Kinetics Technology (KT) é a vencedora do concurso internacional para a construção da unidade de produção de gasolina da Refinaria de Luanda, que deve "quadruplicar" a sua produção, disse fonte oficial.
:
  

O anúncio foi feito pelo presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Sebastião Pai Querido Gaspar Martins, na cerimónia de abertura da conferência "Angola Oil & Gás 2019" que decorre até Quinta-feira, em Luanda.

Segundo o responsável, a adjudicação do contrato à KT para o aumento da unidade de produção de gasolina, de alta octanagem, da Refinaria de Luanda resulta de um acordo de cooperação entre a Sonangol e a ENI assinado em 2018.

"A inclusão dessa nova unidade à Refinaria de Luanda irá ampliar a capacidade de fornecimento de gasolina da Refinaria, reduzindo a necessidade de importação, na medida em que quadruplicará a capacidade de produção de gasolina da Refinaria de Luanda", disse.

A abertura dos trabalhos, no arranque da conferência "Angola Oil & Gás 2019", organizada pela África Oil & Power (AOP), esteve a cargo do Presidente, João Lourenço, que exortou os operadores petrolíferos mundiais a investir em Angola, garantindo estar em curso um processo de reformas no setor que assegura melhores condições para se apostar no país.

O projeto de ampliação da unidade de produção de gasolina da Refinaria de Luanda, segundo a Sonangol, será concluído em dois anos e a execução desse contrato empregará cerca de 600 trabalhadores locais, durante a fase de construção, contando com a supervisão uma equipa conjunta da petrolífera angolana e da ENI.

O acordo foi assinado pelo presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Sebastião Martins, e pelo vice-presidente executivo da ENI para a África Subsaariana, Guido Brusco, no Centro de Convenções do Talatona, em Luanda, na sessão de abertura desta conferência.

A Câmara de Energia Africana, a Corporação da Aliança para o Desenvolvimento dos Investimentos Africanos e a Associação Internacional de Empreiteiros Geofísicos, o Business France, o Ministério dos Recursos Minerais e Petróleo, a Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis e a petrolífera Sonangol co-organizam o encontro.

Mais Lidas