Banco Económico: ex-BESA muda de cara e renasce pela mão da cultura africana

Oito meses depois do projecto Banco Espírito Santo Angola ter chegado ao fim, o agora Banco Económico mostra a sua nova imagem corporativa, presente nos balcões de todo o país até ao mês de Julho.
:
  

A imagem do banco assenta numa identidade visual com um símbolo sólido, formado por um B e um E, uma sigla forte, imperativa e positiva. As cores escolhidas são púrpura escura e azul-cobalto, duas cores elegantes e modernas, que criam um ambiente de marca muito sofisticado.

A imagem corporativa do Banco Económico é inspirada, orgulhosamente, na cultura africana porque reafirma a sua angolanidade, ao mesmo tempo que transmite uma projecção aspiracional para o futuro, refere um comunicado remetido ao VerAngola. Esta imagem, elegante e sofisticada, é particularmente valorizada pelos consumidores, sobretudo, pelo segmento affluent, um segmento mais exigente em relação à escolha do seu banco.

Actualmente, o sector bancário angolano é genericamente indiferenciado e confronta-se já com uma necessidade de diferenciação e segmentação. O Banco Económico tira partido desta fase de desenvolvimento do mercado bancário de Angola, para apresentar a sua identidade corporativa, fortemente inovadora e exclusiva. A elegância da combinação desta imagem é distinta de todos os operadores e diferencia o Banco Económico, no mercado bancário angolano.

Na primeira fase a identidade corporativa será aplicada no site, sistemas e documentos digitais, em todo o estacionário do banco e nos formulários para os clientes. Seguidamente serão alterados os balcões da rede do banco e também serão reformulados os cartões e outros meios de pagamento.

A imagem do Banco Económico vai ser implementada em todo o país, de forma faseada, para que toda a rede de balcões esteja completamente transformada com a maior celeridade. Apenas numa semana serão alterados 16 balcões em Luanda e seis nas províncias, todos os balcões terão cartazes Banco Económico até ao início de Julho.

O banco define também um posicionamento muito focado no conceito de banco relacional, assente numa cultura de maior proximidade e total disponibilidade para os seus clientes, colocando a relação com o cliente no eixo da sua operação, criando assim o seu maior factor de diferenciação.

O Banco Económico assume-se como um banco especialista, com um sólido know how do mercado e da economia angolana. O banco considera que os recursos humanos são o seu maior activo. As pessoas que constituem as equipas do Banco Económico têm o conhecimento do mercado e um incontornável histórico de sólidas relações com os clientes. O banco tem como objectivo criar e desenvolver produtos e serviços específicos para cada tipologia de cliente, para consolidar e gerar relações duradouras com os clientes.

A identidade do Banco Económico cria uma oportunidade para o banco implementar o seu posicionamento no mercado, estruturar a sua oferta, os seus valores e a sua estratégia de marketing e comunicação, com um racional de diferenciação muito sólido.

Mais Lidas

:
Já começa a custar…