Ver Angola

Energia

Angolanos querem investir dois milhões para formar técnicos do petróleo na Guiné

Dois milhões de dólares é quanto o grupo OPA Angola pretende investir na construção de um centro de formação de técnicos para o sector petrolífero da Guiné Equatorial.

: Bowleven from their website
Bowleven from their website  

Citado pelo Jornal de Angola, o presidente do grupo angolano, Gourgel Neto, explicou que foi realizada uma reunião com Gabriel Obiang Lima, ministro dos Hidrocarbonetos e Recursos Minerais da Guiné Equatorial, para ser oficializar o acordo entre ambas as partes.

O encontro serviu também, de acordo com o responsável, para firmar o compromisso de Angola em ajudar a indústria de petróleo e gás da Guiné Equatorial a crescer.

De acordo com o Jornal de Angola, além do centro, o grupo OPA Angola também se disponibilizou a fornecer serviços de 'procurement' e logística em ligação à sua rede geral, de forma a providenciar alternativas mais acessíveis bem como trabalhar com empresas daquele país para fortalecer o produto local.

A proposta de investimento foi entregue, esta Quinta-feira, pelo grupo, em Malabo, na Guiné Equatorial.