Ver Angola

Turismo

Estado avança com processo de privatização de quatro hotéis

O Estado vai privatizar quatro unidades hoteleiras associadas ao Infotur. Os interessados em adquirir um dos activos 'em jogo' poderão em primeiro lugar comparecer na sessão de auscultação ao mercado, que vai decorrer no próximo dia 28 de Maio, a partir das 10h00.

: Hotel Infotur Namibe
Hotel Infotur Namibe  

"O Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE) convida os investidores interessados a participarem numa sessão de auscultação ao mercado, a decorrer no dia 28 de Maio de 2020, a partir das 10 horas", pode ler-se no comunicado publicado no site do IGAPE.

A sessão será feita via online, através da plataforma zoom. Os interessados em participar terão de se inscrever – podendo fazê-lo aqui. A sessão vai ser liderada pelo administrador executivo do IGAPE, Akiules Neto.

De acordo com o IGAPE, o Estado vai privatizar o Hotel Infotur Benguela, o Hotel Infotur Cabinda, o Hotel Infotur Huíla e o Hotel Infotur Namibe.

O hotel de Benguela é, das quatro unidades hoteleiras, o único que não se encontra em funcionamento. Tem três estrelas e é composto por 132 quartos.

A unidade em Huíla foi inaugurada em 2017 e à semelhança do de Benguela também tem três estrelas e o mesmo número de quartos. A diferença está no facto de ainda se encontrar em funcionamento.

Já o hotel em Cabinda mantém a mesma data de inauguração e as mesmas características que o de Huíla.

Por fim, a unidade hoteleira do Namibe foi inaugurada em 2013 e ainda se mantém em funcionamento. É composta por 126 quartos e também possui três estrelas.

O IGAPE tem ainda abertos outros concursos para a alienação de activos do Estado: o processo de privatização de unidades industriais têxteis, a segunda fase do concurso para alienação de 12 empreendimentos agro-industriais, a privatização de 13 unidades industriais e a contratação de um intermediário financeiro para o processo de privatização do Banco de Comércio e Indústria (BCI).