Ver Angola

Banca e Seguros

Sucursais dos principais bancos chineses a caminho de Angola

Tendo em conta os acordos de cooperação económica estabelecidos entre os dois países, a secretária de Estado para a Cooperação de Angola anunciou que a China pretende instalar, a curto prazo, no nosso país, sucursais de algumas das suas principais instituições bancárias.

:

A responsável, que falava à comunicação social no final da reunião da V Comissão Mista de Cooperação Bilateral, reafirmou o interesse de Angola em desenvolver esta cooperação no sector financeiro. Desta forma, terá sido entregue à parte chinesa uma proposta de Memorando de Entendimento a ser analisada.

Está assim aberta a discussão no domínio da promoção e protecção recíproca de investimentos entre os dois países, considerou ainda a secretária de Estado, citada pela Angop. Ângela Bragança acrescentou que o acordo de formalização deverá ser rubricado no decorrer deste ano. “Está proposto delinear apoios concretos que vão dar uma moldura mais objectiva ao que Angola espera do financiamento do Governo chinês, sobretudo na óptica de obtenção de resultados”, referiu a responsável.

Tendo em conta o processo de negociação e aproximação de interesses estão em cima da mesa acordos ligados à facilitação de vistos e a possibilidade de investimento de mais empresas chinesas no nosso país, em sectores como a energia/recursos hídricos ou a agricultura, considerados prioritários. Estarão assim a ser estudadas várias modalidades de colaboração financeira, incluindo a avaliação de soluções inovadoras de investimento.

China e Angola iniciaram relações diplomáticas em 1983. Em 2014, o comércio entre os dois países alcançou os 37 mil milhões de dólares, sendo Angola o segundo maior parceiro comercial da China em África.

Relacionado