Barril do crude exportado por Angola sobe 26 por cento em Março

O preço médio do barril de crude exportado por Angola aumentou 26 por cento em Março, face ao mês anterior, segundo um relatório do Ministério das Finanças, a que a agência Lusa teve hoje acesso.
:
  

Angola exportou cada barril de petróleo a 55,38 dólares (49 euros) em Março, invertendo quedas consecutivas na cotação, como no mês de Fevereiro, quando o valor se fixou nos 43,74 dólares.

Há precisamente um ano, antes da crise na cotação do petróleo bruto no mercado internacional, esse valor por barril cifrou-se nos 107,11 dólares.

No entanto, as receitas fiscais desceram para 841 milhões de euros, indica o mesmo documento. Em causa estão números sobre a receita arrecadada com o Imposto sobre o Rendimento do Petróleo (IRP), Imposto sobre a Produção de Petróleo (IPP), Imposto sobre a Transacção de Petróleo (ITP) e receitas da concessionária nacional.

Estas receitas fiscais totalizaram em Março mais de 101,2 mil milhões de kwanzas uma quebra de dois por cento face ao mês anterior, e corresponderam a uma exportação superior a 47 milhões de barris de petróleo, provenientes de dez áreas de produção.

Registou-se em Março uma quebra na exportação na ordem de 10 milhões de barris, face ao mês anterior. Já em Março de 2014, a exportação angolana de petróleo garantiu mais de 236,7 mil milhões de kwanzas, o dobro do arrecado no mesmo mês deste ano, para um volume de barris exportado semelhante.

Estes números confirmam a forte quebra das receitas petrolíferas angolanas - o país tem vindo a exportar mais petróleo, mas arrecadou menos receitas em termos homólogos -, e justificam-se com a contínua descida da cotação do petróleo no mercado internacional, actualmente à volta de 60 dólares por barril.

Mais Lidas