Ver Angola

Telecomunicações

“Angola Online” faz chegar diariamente Internet gratuita a 300 mil cidadãos

Matias Manuel da Silva Borges, director nacional das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, revelou que os pontos de distribuição dos serviços “Angola Online” permitem fazer chegar, por dia, Internet gratuita a 300 mil cidadãos de nove das 18 províncias do país.

:

De acordo com o responsável, citado pela Angop, esta iniciativa tem vindo a melhor significativamente o acesso dos cidadãos à Internet, com realce para os estudantes que passam a ter uma maior facilidade em realizar pesquisas académicas.

Para já o "Angola Online" conta com um total de 111 pontos de distribuição, espalhados por nove províncias: Namibe, Luanda, Huíla, Huambo, Cunene, Cuanza Sul, Bié, Benguela e Bengo. Contudo, o responsável fez saber que o objectivo do Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação é alargar este serviço a outras províncias, tendo na sua lista de prioridades as escolas.

Os números de utilizadores de serviços de Internet ainda continuam aquém do esperado. Num total de cerca de 30 milhões de habitantes, sete milhões são utilizadores fixos dos serviços de Internet e 15 milhões são utilizadores móveis. Por essa razão, o responsável explicou que este plano do Governo prevê a melhoraria desses números, através a aplicação de políticas que aperfeiçoem o acesso da população à Internet.

Falando no final de uma visita ao planalto central de Angola, Matias Borges também referiu que o Executivo pretende melhorar os cabos submarinos bem como a rede de fibra óptica.

Sublinhou ainda que estão a ser construídas mais mediatecas com salas com computadores ligados à Internet para facilitar o acesso, sobretudo dos jovens, ao mundo online.