Ver Angola

Sociedade

ExxonMobil apoia Angola com um milhão de dólares para desenvolvimento comunitário

A petrolífera ExxonMobil anunciou, para este ano, um milhão de dólares para a implementação de programas de desenvolvimento comunitário no país, nomeadamente a malária, principal causa de morte.

:

Um comunicado da multinacional dos Estados Unidos da América, distribuído à imprensa salienta que o valor disponibilizado visa também apoiar as oportunidades de desenvolvimento económico das mulheres e preservar a Palanca Negra Gigante, símbolo nacional.

A ajuda financeira será realizada através de projectos de organizações não-governamentais, nomeadamente a Ajuda ao Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP), Africare, CORE Group, Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), Counterpart International/WomenLead e a Fundação Kissama.

"Acreditamos que o nosso compromisso com estes programas sociais em Angola ajuda a promover uma mudança positiva nas comunidades locais e a melhorar a vida das pessoas", referiu Kevin Murphy, presidente da Fundação ExxonMobil, citado no comunicado.

A ExxonMobil é um dos maiores contribuintes privados na luta contra a malária em Angola e desde 2003 a Fundação ExxonMobil apoiou com mais de 35 milhões de dólares o financiamento de programas para erradicar a malária, uma doença evitável e tratável.

No que se refere ao apoio à mulher, a petrolífera norte-americana realça o trabalho da ADPP e a Counterpart International no sentido de promover e equipar com ferramentas este grupo, "para fazer a diferença no desenvolvimento social e económico das suas famílias e comunidades".

A ExxonMobil continua a apoiar os esforços de conservação do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente para a preservação da Palanca Negra Gigante, através da sua contribuição para o programa de investigação da Fundação Kissama, agora no seu décimo quinto ano.

"Desde que iniciamos as nossas operações no Bloco 15 de Angola, em 1994, temos estado empenhados em apoiar o desenvolvimento económico e social a longo prazo do país", disse Melissa Bond, directora-geral da ExxonMobil Angola, citada na nota.

As contribuições para 2021 foram asseguradas pela Fundação ExxonMobil e pela Exxon Mobil Corporation, aclara o documento, salientando que a ExxonMobil já investiu mais de 100 milhões de dólares em programas comunitários em Angola.