Ver Angola

Defesa

Polícia deteve congolês na Lunda Norte com 390 supostas pedras de diamantes

A polícia nacional deteve um cidadão da República Democrática do Congo (RDCongo), na província da Lunda Norte, que tinha na sua posse 390 supostas pedras de diamantes.

:

Segundo o porta-voz do comando provincial da Lunda Norte da Polícia Nacional, inspector-chefe José Malundo Caianda, o homem, em situação migratória ilegal, foi encontrado com 390 supostas pedras de diamantes.

José Malundo Caianda referiu que o indivíduo, de 47 anos, foi abordado na via pública pela polícia, no bairro Bala-Bala, município do Cuango, fruto de uma denúncia e "árduo" trabalho de investigação criminal.

"Na sua intervenção, foi o autor interpelado pelas forças da ordem, no posto de contenção policial, onde submetido à revista minuciosa foi encontrado nas suas algibeiras um papel onde continha as pedras já referenciadas e 89.500 kwanzas", informou o responsável, em declarações à rádio pública angolana.

Em 2018, o Governo lançou a Operação Transparência, para combater a imigração ilegal e a exploração e tráfico ilícito de diamantes, tendo levado ao repatriamento "voluntário", segundo as autoridades angolanas, de 455.022 estrangeiros sem documentação adequada, na sua grande maioria oriundos da RDCongo.