Ver Angola

Defesa

PGR apreende projectos habitacionais construídos com fundos da Sonangol. Ex-governador envolvido

A Procuradoria-Geral da República (PGR) anunciou a apreensão de vários projectos habitacionais, construídos com fundos públicos, entre os quais um projecto cujo beneficiário efectivo era o antigo governador de Benguela, Isaac Maria dos Anjos.

:

Isaac Maria dos Anjos é desde 2017 secretário do Presidente João Lourenço para o sector produtivo.

Segundo uma nota tornada pública, os projectos habitacionais foram apreendidos nas províncias de Malanje, Benguela e Luanda pelo Serviço Nacional de Recuperação de Activos da PGR.

Em Luanda, Malanje e Benguela foram apreendidos cinco projectos habitacionais, nomeadamente Projecto Tambarino (Lobito, Benguela), Palanca Negra (Malanje), Projeto Mifongo (Malanje) e os projectos Ex-Petro, no Golf II e Nova Vida III, ambos em Luanda.

A nota da PGR referiu que os projectos habitacionais "foram construídos com fundos da petrolífera estatal Sonangol" e que estão entregues à empresa Prumo - Empreendimentos e Materiais de Construção Lda, cujo beneficiário efectivo é Carlos Gil Cunha, ex-director da Cooperativa Cajueiro.

O Serviço Nacional de Recuperação de Activos da PGR apreendeu igualmente na província de Benguela o Projecto Acácias Rubras, "construído com fundos públicos", e que está entregue à empresa Rempros Lda, cujo beneficiário efetivo era o antigo governador da província, Isaac Maria dos Anjos.

No âmbito de um processo que decorre tramites na PGR contra o ex-presidente do Conselho de Administração do Banco de Poupança e Crédito (BPC), Paixão Júnior, a Procuradoria apreendeu ainda contentores de material para montagem de uma fábrica de iogurtes em Benguela que estava entregue à empresa Smart Solution.