Ver Angola

Política

MPLA pede 25 por cento do salário de dirigentes para combate à doença

Os líderes e responsáveis do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) vão passar a receber menos 25 por cento do seu salário base, se assim o entenderem. O dinheiro será utilizado para combater a pandemia da covid-19.

:

De acordo com Salomão Xirimbimbi, porta-voz da reunião de emergência do Bureau Político do MPLA, que decorreu esta Quarta-feira para abordar as medidas de prevenção contra a convid-19, os dirigentes com funções no Parlamento, Executivo e na direcção do partido poderão doar 25 por cento do seu salário.

A decisão cabe a cada um, uma vez que as doações deverão ser feitas de forma voluntária, indicou, acrescentando que estas entrem em vigor já este mês.

No seu discurso, Salomão Xirimbimbi apelou ainda à população para que esteja informada e siga à risca todas as normas de prevenção contra a covid-19. Também se dirigiu às empresas para que passem a produzir materiais de protecção, como máscaras, álcool-gel e sabão.