Ver Angola

Ambiente

Adjany Costa assinala Dia Mundial da Terra com pedido de mudança de hábitos

Numa mensagem escrita para assinalar o Dia Mundial da Terra, a ministra da Cultura, Turismo e Ambiente, Adjany Costa, apelou a uma mudança comportamental e a uma melhor gestão dos resíduos no país.

:

Celebrou-se esta Quarta-feira, dia 22 de Abril, o Dia Mundial da Terra. Em Angola, a titular da pasta do Ambiente não quis deixar a data por assinalar, sendo que incentivou os angolanos a “fazer uma reflexão sobre o modo de vida” no que diz respeito a este tema. “O planeta agradece!”, lê-se num comunicado remetido ao VerAngola pelo ministério recentemente tutelado por Adjany Costa.

A ministra lembrou que esta é “uma data que se destaca pelo esforço individual e colectivo na preservação da ‘Mãe Terra’ e do ambiente”.

Este ano, a 50.ª celebração da data teve como tema a “Acção Climática”, nas suas diversas vertentes, numa demonstração que os problemas globais têm um forte impacto na qualidade de vida dos habitantes do planeta Terra e no ambiente do qual a vida depende.

A ambientalista relembrou a “forte pressão da humanidade sobre os recursos naturais”, aliada a factores como o crescimento populacional, expansão urbana, incremento dos padrões de consumo, desenvolvimento económico e industrial, etc. tem contribuído para o exacerbar de problemas ambientais.

Adjany Costa destacou as consequências destes problemas que se vêem reflectidas “na destruição dos habitats e ecossistemas naturais, extinção de espécies animais e vegetais, poluição do ar, água e solos, deficiente saneamento básico, injustiça social”. 

Não deixando de lado a pandemia do covid-19, que “coloca em risco a sobrevivência da espécie humana”, a ministra pediu um compromisso das gerações actuais e futuras, “desenvolvendo e implementando políticas e estratégias que possam ajudar a mitigar os principais impactos e promover uma cultura de sustentabilidade para uma melhor qualidade de vida dos seres vivos e dos seres humanos”.

A governante mais jovem do Executivo propõe assim “uma maior reflexão sobre os problemas ambientais”, encorajando governos e sociedade civil a mobilizar-se para uma mudança de paradigma e a “instauração de uma cultura de sustentabilidade mundial”, preservando o planeta e respeitando as gerações futuras.

Relacionado