Angola e Rússia reforçam cooperação sobretudo nas áreas de telecomunicações e espacial

Os Governos de Angola e da Rússia vão reforçar a sua cooperação, com especial interesse para a área espacial e das telecomunicações, um domínio novo e muito importante para o futuro desenvolvimento do país africano.
:
  

A informação foi avançada pelo chefe da diplomacia, que acompanha o chefe de Estado, João Lourenço, na visita oficial que iniciou, Terça-feira, à Rússia.

Manuel Augusto referiu que está prevista a assinatura, na Quinta-feira, de 10 acordos em vários sectores, alguns dos quais para consolidar programas e projectos já existentes e outros novos.

“Serão assinados cerca de 10 instrumentos jurídicos, mas mais do que os acordos serão reafirmados pelos dois líderes o desejo do reforço das relações, a adaptação dessas relações aos novos tempos e, por isso, no final da visita haverá razões para acreditar numa participação russa cada vez mais dinâmica no nosso desenvolvimento económico e social do nosso país”, disse Manuel Augusto em declarações à imprensa.

Relativamente ao acordo no domínio espacial, o governante referiu que a cooperação nesta área destina-se a “fins pacíficos”.

Um dos objectivos da visita, frisou o ministro das Relações Exteriores, é a atracção de investimento privado russo, para fazer face a actual cooperação entre empresas estatais, especificamente no domínio das forças armadas e da indústria diamantífera.

No decorrer da visita, está prevista a realização de um fórum económico, a ser aberto pelo Presidente angolano, com a participação de empresários dos dois países, por via do qual se espera despertar o interesse russo.

“Queremos cada vez mais uma participação do capital privado russo”, referiu Manuel Augusto.

Durante a sua estada na Rússia, até Sexta-feira, João Lourenço, além do encontro em privado com o seu homólogo, Vladimir Putin, que será condecorado com a Ordem Agostinho Neto.

O programa de visita prevê igualmente um encontro entre João Lourenço e o presidente da Duma, Vyacheslav Nolodin, seguido de uma intervenção no parlamento do presidente.

João Lourenço vai também visitar a Tesouraria Geral do Estado - local de exposição de diamantes, assistir a uma apresentação teatral, no Teatro Bolshoi, da peça “Dom Quixote de La Mancha”.

Mais Lidas