Angola e Cabo Verde reforçam cooperação no sector marítimo

Angola e cabo Verde assinaram, em Luanda, um acordo de cooperação para a implementação das convenções e regulamentos marítimos internacionais que vão garantir a segurança e protecção na actividade marítima dos dois países.
:
  

O acordo foi rubricado pelo Instituto Marítimo e Portuário de Angola (IMPA) e a congénere de Cabo Verde, tendo a entidade angolana assinado também um memorando de entendimento com a Faculdade de Engenharia e Ciências do Mar (FECM) cabo-verdiana, destinado a reforçar as capacidades no processo de formação, estágio, certificação de competência e qualificação dos técnicos marítimos.

Os acordos, que permitem a Angola dar mais um passo para se colocar na "lista branca" da Organização Marítima Internacional (IMO), foram rubricados pelo director-geral do IMPA, Manuel Nazareth Neto, pela presidente do Instituto Marítimo e Portuário de Cabo Verde, Joana de Carvalho, e pelo presidente da Comissão de Gestão da FECM, João Duarte.

A parceria vai, igualmente, promover e apoiar a cooperação técnica baseada no benefício mútuo e com o propósito de fortalecer as relações na área de administração marítima dos dois países.

As duas partes manifestaram a intenção de criar um programa de cooperação visando favorecer as parcerias entre as respectivas administrações marítimas.

Depois da assinatura dos protocolos, o ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu, disse tratar-se de um diploma "importante", por permitir o tratamento de medidas e acções que vão contribuir para as receitas fiscais e beneficiar a população com a redução dos custos de transporte de mercadorias.

Ao referir-se ao acordo com a FECM, Ricardo de Abreu disse ser também "vantajoso" para Angola, pois vai aumentar as competências dos técnicos marítimos nacionais, através da experiência de Cabo Verde, que integra a lista branca da IMO desde 2003.

Mais Lidas